O Circuito está chegando!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

compartilhe

Quando falamos em Laimana já sabemos o poder que este nome tem no cenário curitibano, seja com seus SETs psicodélicos ou pelo seu engajamento em tornar este mesmo cenário cada vez melhor.

A artista também é responsável pelo Circuito Dark e Hitech e é sobre este festival que tivemos um rápido bate papo.

O festival acontece no tradicional Vale Encantado, Campo Largo / PR, entre os dia 08 e 10 de Novembro e conta com um line especialíssimo para quem ama as vertente mais aceleradas, como Ugly Ducky, Paula, os hermanos do Tyamat entre outros.

Vemos um grande crescimento de festas voltadas ao high bpm como você enxerga este crescimento?

Primeiramente bom dia, esse crescimento é meio que natural, porque ficamos muito tempo escondidos, no meio dos line ups, somente na madrugada, sem nunca ter uma oportunidade concreta de visibilidade. Eu acompanhei bem esse crescimento porque comecei meu projeto ha 5 anos, exatamente quando tudo era bem difícil pra gente, e fomos ganhando espaço bem devagar, mas naturalmente, foram nascendo mais festas das nossas vertentes, ganhando mais publico, mas foi tudo a pequenos passos, demorou bastante… Mas vejo com muito bons olhos, temos organizadores bem responsáveis, DJs bem dedicados, a caminhada é longa ainda, mas será muito linda…

Crédito: Fernando Franco

Como se diferenciar e destacar neste cenário?
É bem difícil se destacar e se diferenciar, alias, vejo muita coisa mais do mesmo, tanto em festas como em artistas, tanto na minha festa quanto no meu projeto, sempre busquei não imitar ninguém e ser bem autentica, colocando bastante identidade tanto em um quanto no outro, mostrando muito do que eu sou na minha vida particular… então foi um casamento perfeito, porque a gente não precisa ficar encenando uma coisa que não é, posso aplicar na vida profissional tudo aquilo que eu sou e aprendi na vida, deu um resultado muito bom, tem muitos toques particulares do meu marido também, o Selmo, tanto na carreira quanto na festa, sempre digo que é tudo nosso, que foi construído tudo junto, e graças a Deus os resultados vem devagarinho mas vem…

Crédito: Fernando Franco

Podemos fazer uma relação do atual momento da nossa cena em Curitiba com o nome desta edição do Circuito “A Força Viva”. Como vocês estão enxergando o atual cenário eletrônico na região e como reverter esta situação?
Nosso cenário atual apesar do crescimento, nos últimos tempos tivemos muitos empecilhos e dificuldades, principalmente relacionado a legalidade das festas… Essa força que chamamos é justamente isso, temos que puxar uma força vinda de dentro do coração e da alma para conseguir realizar tudo isso, ta tudo muito difícil, lutamos por ideais, por expectativas de vida e de mundo melhor que acreditamos… A forma que temos de reverter isso é justamente continuar fazendo tudo da forma correta, oferecendo a melhor experiencia para o publico, e agindo dentro de todas as normas que são exigidas…

A edição deste ano também contará com um palco alternativo, com artistas de progressivo e techno. Como surgiu a ideia deste espaço?
Este espaço surgiu sem a gente querer na verdade, mais um dos fenômenos naturais, se assim posso dizer… Ano passado tivemos um problema com um Sound System, acabamos contratando 2 e um deles não seria utilizado, então criamos um espaço alternativo para que todos que quisessem mandassem um sonzinho, esse espaço cresceu, se organizou, e esse ano fizemos um line up com sonoridades diferenciadas, ficou tudo muito lindo, pois acrescentamos decoração e espaços como galeria de fotos e de artes… Esperamos agradar o publico cada dia mais…

Deixando o coração de organização um pouco de lado, qual(is) artista(s) você recomenda para o público?
Na minha visão de publico mesmo, acho que o line up esta imperdível do começo ao fim, esta muito atrativo, mas a atração Sonic System seria o ápice da festa por já ter tocado em muitos Festivais conceituados do mundo, junto com o Tyamat, os portugueses sempre dão aquela apimentada no line com Uggly Ducky, Mentalecho, Akes e Nyotech… Mas os brasileiros escalados também são todos de muito peso…

Crédito: Fernando Franco

Além de um belo lineup, o que o público pode esperar desta edição?
O publico pode esperar uma verdadeira imersão na verdadeira psicodelia, estamos preparando um mundo novo dentro do Vale Encantado, decoração, projeção, sound system, espaços novos, queremos transformar numa verdadeira aldeia onde podemos estar felizes e isolados, cercados de natureza e momentos inesquecíveis.

Saiba Mais:
Circuito Dark e Hitech 2019 — A Força Viva
08 a 10 de Novembro
Sitio Vale Encantado — Campo Largo / PR
Link Evento: 
Facebook


O Circuito está chegando! was originally published in rcgomes on Medium, where people are continuing the conversation by highlighting and responding to this story.

Próximos eventos